6 melhores práticas para realizar uma gestão de estoque

Falar de gestão de estoque na indústria é o mesmo que falar de economia, pois, para que haja lucro nas duas situações é essencial haver um controle eficiente. Afinal, quando os estoques são obtidos em excesso ou escassez, o caixa é prejudicado da mesma forma. Com itens acima do tolerável, o negócio sofre com a redução de seu capital de giro devido à alta probabilidade de desperdícios, além do fato de ter que aguardar um tempo considerável para surgir retorno sobre o investimento realizado.

Por esses motivos, é necessário fazer uma boa gestão de estoque. Continue a leitura deste artigo para conhecer as 6 dicas que selecionamos para você.

1. Conheça e organize seu estoque

Mapeie seu estoque para conhecê-lo com detalhes. Existem muitas soluções que podem tornar o local organizado, como caixas, estantes e paletes. Escolha as alternativas que mais se encaixam com a realidade da sua empresa.

É fundamental buscar uma padronização. Para isso, estabeleça códigos e nomenclaturas para facilitar o serviço e diminuir dúvidas dos colaboradores sobre quantidade da mercadoria, tipo ou validade.

Tente criar um glossário interno para que a equipe responsável consiga consultar esses registros com clareza, a fim de evitar possíveis erros.

2. Faça uma previsão de demanda

Para reduzir oscilações em vendas e fugir de problemas, elabore uma previsão de demandas. Descubra em quais períodos os clientes demonstram mais entusiasmo em comprar determinado produto e, com isso, a gestão de estoque na indústria será mais certeira e capaz de suprir as necessidades.

Ademais, você consegue se adiantar perante a concorrência por conhecer o comportamento do mercado e do público-alvo. É preciso cogitar que, em geral, o interesse dos clientes vem de incentivos externos que, normalmente, não podem ser controlados pela empresa. No entanto, esse impacto pode ser planificado e, por isso, é necessário que esses fatores sejam considerados.

3. Desenvolva uma cultura forte

Outro fator que merece ser considerado para realizar um bom controle de estoque na indústria é a cultura organizacional. Isso porque os funcionários executam inúmeras operações que devem ser registradas, especialmente as que são referentes ao fluxo de produtos.

Dessa maneira, é imprescindível que o time esteja apto para desempenhar todas as atividades necessárias. Inclusive, a criação de processos e padrões que especificam como executar as tarefas de rotina — como a chegada, o armazenamento e a saída de mercadorias — é bastante indicada.

Assim, a probabilidade de o estoque e as vendas saírem do controle diminui e é possível evitar o excesso ou falta de produtos. Portanto, crie uma cultura sólida e embasada na prestação de contas e na transparência.

Gravíttem - Gerencie sua empresa com um sistema completo e eficiente

4. Estabeleça inspeções periódicas para melhorar a gestão de estoque na indústria

Mesmo com todas as recomendações anteriores, erros no processo podem acontecer. Em um instante de descuido, um item pode entrar sem ser cadastrado. Do mesmo modo, materiais perecíveis podem ser acomodados de maneira irregular e vencerem antes do prazo estipulado — ou, ainda, podem ser registrados como outros aparentemente similares, o que pode provocar furos no estoque.

Para identificar todos esses equívocos antes que eles se transformem em problemas graves, tenha uma rotina de vistoria periódica. Ela pode ser diária, semanal, mensal ou até semestral — tudo vai depender do tipo de material armazenado e do seu nível de risco.

Aproveite esse momento para averiguar por que essas falhas ocorrem, otimize as operações que levam a elas e faça uma auditoria para averiguar a performance dos profissionais envolvidos.

5. Cultive o relacionamento com fornecedores

Os fornecedores são muito importantes para qualquer negócio, pois o trabalho deles afeta diretamente nos resultados da sua indústria. Há uma série de vantagens em ter uma boa relação com esses parceiros, como a negociação de pagamentos, melhores prazos de entrega e alinhamento de processos.

O segredo é cultivar esse relacionamento da melhor forma possível, pois existem ocasiões de urgência em que é necessário conseguir materiais em um intervalo muito menor do que o habitual ou solicitar mais itens em cima da hora. Nessas situações, contar com bons fornecedores é fundamental.

6. Implemente ferramentas tecnológicas

Além de contar com o apoio de um sistema de gestão integrado, fazer um checklist por meio de um software especializado ajuda bastante a ordenar as mercadorias e orientar os funcionários.

Os dados obtidos com um sistema garantem uma análise mais completa para detectar possíveis falhas. Sem contar que é imprescindível que esses informes sejam guardados no mesmo local e apresentados para todos os que trabalham no departamento.

Procurando por uma solução que te ajude a ter controle sobre seu estoque de peças e produtos? Entre em contato pelo telefone (47) 3437-3312, WhatsApp (47) 99134-2776 ou pelo e-mail comercial@softin.com.br e fale com nossos Consultores.

Eric Montana

Formado em Publicidade e Propaganda, amante de livros e um bom café.